Imprimir 

Entrega das doações ocorreu nesta segunda-feira (16)


O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) entregou à Cruz Vermelha os alimentos doados pelos integrantes da instituição para as famílias que perderam suas moradias no incêndio que atingiu a comunidade do Leningrado, no bairro Planalto, em Natal. A arrecadação foi a primeira atividade do projeto ministerial Corrente Solidária.

"Vamos realizar ações previamente planejadas, como campanhas em prol de instituições carentes, mas também pontuais, para casos emergenciais, como essa destinada a ajudar as famílias do Leningrado", contou a chefe do setor de Bem Estar, Saúde e Segurança, Kênia Costa, durante a entrega dos donativos nesta segunda-feira (16), na sede da Cruz Vermelha, localizada no bairro da Ribeira. A diretora de Gestão de Pessoas, Ediane Dantas, também acompanhou a entrega e destacou que a arrecadação de alimentos contou com uma boa participação das comarcas do interior.

Marlete Fernandes, voluntária da Cruz Vermelha (entidade responsável por fazer a distribuição dos materiais doados), ressaltou ser "muito bom o apoio solidário do Ministério Público neste momento em que tantas famílias estão muito necessitadas". Ela aproveitou o momento para informar que há mais carências surgidas após o incêndio, como a necessidade de material escolar para crianças e adolescentes.

O incêndio destruiu 108 barracos e há em torno de 100 famílias desabrigadas (estão provisoriamente em casa de parentes) e 26 desalojadas (que não têm lugar para ir).